GOOD SERVICE Consultoria de Negócios BADAJOZ Badajoz

Vigilância Epidemiológica da Gripe

29/01/2019

A gripe em Portugal manteve-se na semana de 14 a 20 de janeiro numa fase de atividade epidémica, mas com intensidade moderada e tendência crescente, de acordo com o Boletim de Vigilância Epidemiológica da Gripe divulgado esta sexta-feira, dia 25 de janeiro, pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

O documento salienta que, na terceira semana do ano, a taxa de incidência de síndroma gripal foi de 85,5 por 100 mil habitantes, tendo sido predominantemente detetados em circulação os vírus da gripe dos subtipos A(H1) pdm09 e A(H3).

De acordo com o boletim, na semana anterior a taxa de incidência tinha sido de 48,8 por 100 mil habitantes, com uma descida acentuada em relação à primeira semana, na qual se registou uma taxa de incidência da gripe de 80,9 casos por 100 mil habitantes, com dois subtipos de vírus em circulação.

O boletim revela ainda que foi verificado um aumento do número de amostras positivas para o vírus da gripe nas últimas quatro semanas.

Ainda segundo o documento, foram reportados 22 casos de gripe pelas 28 unidades de cuidados intensivos que enviaram informação, tendo sido identificado o vírus Influenza A em 19, três do subtipo A (H3N2); dois do subtipo A (H1N1) e 14 não subtipados.

Foram ainda reportados seis casos de gripe pela Enfermaria Pediátrica que colabora na vigilância, tendo sido identificado o vírus A (H1N1) em três e o A (H3N2) nos outros três